sábado, 25 maio, 2024
Home2024CNM discute mobilização com integrantes do GEFM e reuniões serão semanais para...

CNM discute mobilização com integrantes do GEFM e reuniões serão semanais para avaliar o movimento

Por: SINAIT

Na tarde desta segunda-feira, 8 de abril, integrantes do Comando Nacional de Mobilização reuniram-se com Auditores-Fiscais do Trabalho que integram os Grupos Especiais de Fiscalização Móvel – GEFM e que participam ativamente da mobilização. Cerca de 20 Auditores participaram da reunião.

Na abertura da reunião, a diretora do SINAIT, Rosa Jorge, disse que, apesar da publicação do decreto que regulamentou o bônus para a categoria, que representou um importante avanço, na medida em que permite a criação do comitê gestor que é essencial para estabelecer as metas e pagamento do bônus, ainda é fundamental manter a mobilização e a resistência para que o governo garanta o tratamento isonômico ao que foi dado aos Auditores da Receita. “Todos sabem que a partir da publicação, a intenção por parte da administração é nos desmobilizar. Da mesma forma, sabemos que se não resistirmos às pressões, estaremos abrindo mão do que é nosso por direito. Apenas a luta com muita coragem e com o respaldo do Sindicato, fará a diferença. Precisamos continuar mobilizados. Não há outra saída. Pois, é o nosso movimento que está pressionando os avanços até o momento. Podem ter certeza!”

Após esclarecer dúvidas e receber as contribuições trazidas pelos Auditores que integram o GEFM, cuja rotina é diferenciada, Rosa Jorge relatou o atual cenário pós-publicação do decreto e todos os esforços que estão sendo envidados para que seja agendada reunião com representantes dos órgãos do governo envolvidos e competentes para tratar do assunto. Informou que no Paraná todos os chefes foram exonerados e que a pressão aumentou em razão dessa força e participação dos colegas.

Foram relatadas algumas situações ocorridas e ameaças feitas pela administração, que demonstram claramente que a resistência e a mobilização são fundamentais para que a categoria alcance o que deseja e precisa.

Os auditores do GEFM informaram que a participação no movimento está mantida e permanecerão na luta, apesar da mudança de postura da administração. Acrescentaram que estão sendo cobrados por colegas para que se mantenham na mobilização. Pediram o apoio do SINAIT para respaldar as ações que devem ser adotadas.

Todos acataram a sugestão da diretora de que sejam realizadas reuniões semanais para avaliar o avanço do movimento e discutir as novas ações. O diretor Renato Bignami alertou para uma reflexão sobre essa mudança de atitude da administração e acrescentou que o CNM está estudando ações que busquem também o apoio de organismos do Mundo do Trabalho para a defesa dos Auditores que estão mobilizados.

RELATED ARTICLES

Mais Vistos