sexta-feira, 1 março, 2024
Home2022Emoções e lembranças marcam descerramento de placas nominativas de salas no Sinait...

Emoções e lembranças marcam descerramento de placas nominativas de salas no Sinait para Nilza Murari e Fahid Sab

Por Solange Nunes/Edição: Andrea Bochi

Emoções e lembranças marcam solenidade de descerramento de placas nominativas de salas no Sinait em homenagem a jornalista Nilza Murari e ao ex-presidente do Sinait Tharan Sab. A cerimônia contou com a presença de dirigentes do Sindicato Nacional, Auditores-Fiscais do Trabalho e familiares dos homenageados, nesta quarta-feira, 9 de novembro, na sede do SINAIT, em Brasília (DF).

As homenagens a Nilza Murari e a Fahid Tharan Sab relembraram as lutas coletivas, o compartilhamento das emoções e os abraços nas tristezas. Os dois dedicaram ao Sinait e a categoria o que tinham de melhor.

Mônica Murari recebe homenagem, Giovane Ângelo de Souza e padre Eurli durante homenagem

É o que afirma o presidente Bob Machado, Nilza e Fahid desempenharam seus papéis com zelo e dedicação nos cargos que exerceram nesta casa. “Nilza, profissional singular, contribuiu para o reconhecimento do nosso trabalho junto à sociedade. Fahid marcou a história da categoria com sua personalidade forte, resistente, firme nas suas convicções, ativista político e líder sindical”.

Para Carlos Silva, vice-presidente do Sinait, nominar as salas representa um tributo ao trabalho e dedicação dos parceiros de lutas. “Estamos aqui saudando a existência deles, porque Nilza e Fahid não deixaram de existir, estão em nossos corações, em nossas memórias. Trago tudo o que aprendi com eles, que seguem comigo. Também quero agradecer aos familiares a oportunidade de terem cedido o tempo deles, Nilza e Fahid, pra nós”.

José Antônio Pastoriza Fontoura, diretor do Sinait, que era amigo e companheiro de militância do Fahid, desde a Fasibra e durante os 34 anos do Sinait, contou a história da construção sindical, negociações e a elaboração de um livro, previsto para 2023, que perpassa pela liderança do colega Fahid. “Foram muitas lutas, como, proposta de alteração de legislação, junto a ministra do Trabalho, Dorothea Werneck (1989-1990), a partir daí, conseguimos a Secretaria de Fiscalização do Trabalho, o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, entre outras conquistas, que foram divididas e gestadas com o Fahid e mais Auditores-Fiscais do Trabalho, que contou, posteriormente, com a divulgação da Nilza Murari”.

Tatiana Sab e família recebem homenagem

Além das emoções dos colegas Auditores-Fiscais e do reconhecimento do trabalho e dedicação da Nilza Murari e do Fahid Sab, os familiares Mônica Murari, irmã da Nilza, e Tatiana Calabria Tahan Sab Guimarães, filha do Fahid Sab, expressaram seus agradecimentos frente ao reconhecimento e carinho do Sinait.

Mônica Murari lembrou a luta de todos contra a Covid-19 que levou seu pai Jairo Murari e depois sua irmã Nilza. “A pandemia nos mostrou entre tantas lições que somos todos iguais e vulneráveis frente aos perigos desta vida. Nossas perdas poderiam ser vistas como fatalidades, mas é preciso dizer que quando a onda roxa da Covid-19 nos atingiu, em março de 2021, estávamos sendo vítimas de uma gestão criminosa da pandemia em nosso país. Fato determinante que ceifou a vida de milhares de pessoas precocemente, mas, que não serão esquecidas”.

A irmã da Nilza ainda agradeceu a postura do Sinait ao proteger seus empregados por meio da migração do trabalho presencial para o trabalho remoto. Ela também marcou os 23 anos da Nilza Murari ao lado dos Auditores-Fiscais do Trabalho. “Não apenas porque este era o trabalho dela como jornalista, mas, porque ela acreditava na atuação do Sindicato, em sua busca justa e correta pelo trabalho digno para todos os trabalhadores brasileiros”.

Tatiana Calabria Tahan Sab Guimarães, filha do Fahid, disse que estava muito orgulhosa de poder participar da solenidade, que representava um pouco da história e luta do pai que havia passado sua vida na defesa de outras pessoas. “A princípio na luta contra a ditadura, posteriormente, em prol da classe, sempre com muita dedicação e amor. Ele viveu em função da categoria, porém nunca abriu mão de estar comigo, e sempre será um exemplo, pra mim e para meu filho Rafael”.

Tatiana Sab destacou ainda a felicidade de poder compartilhar o amor do seu pai Fahid com os colegas. “Como filha única, sempre estive só como família, mas, eu sinto muito orgulho e alegria de perceber que vocês também amam meu pai pelo que ele foi, significou e fez. Aqui ele não tinha só colegas, sei que tinha muitos amigos e viveu a vida em função disso. Agradeço o convite e a homenagem”.

Ao final, o presidente Bob Machado reiterou o carinho, companheirismo e lutas que ajudaram no crescimento do Sindicato Nacional fortalecido pelas atuações da jornalista Nilza Murari e do colega e ex-presidente do Sinait Fahid Sab. “Nilza e Fahid ajudaram na construção da Fasibra e do Sinait e fazem parte da história de cada um de nós. Sigamos seus exemplos de força, coragem, determinação e fé para continuarmos na luta por dias melhores para a Auditoria-Fiscal do Trabalho e para todos os trabalhadores do país”.

Mais saudades

Na homenagem de descerramento de placas, a sala de Assessoria de Comunicação Social do Sinait recebeu o nome da jornalista Nilza Murari, falecida no dia 23 de abril de 2021, em decorrência da Covid-19. A jornalista trabalhou 23 anos no Sinait e dois anos na Associação dos Auditores-Fiscais do Trabalho de Minas Gerais (AAFIT). Desde 2014, exercia o cargo de coordenadora da Assessoria de Comunicação Social do Sinait.

O ex-presidente Fahid Tharan Sab nominou o auditório do Sinait, adquirido durante sua gestão à frente do Sindicato Nacional. Fahid faleceu no dia 14 de agosto de 2021, em consequência de uma queda.

Fahid Sab foi o primeiro presidente do Sinait, estando à frente da entidade nos anos de 1989 a 1991. Comandou o Sindicato Nacional pela segunda vez no Biênio de 2003 a 2005. Também esteve à frente da Fasibra, entidade representativa da categoria dos Auditores-Fiscais do Trabalho que antecedeu o Sinait, no período de 1982 a 1983.

RELATED ARTICLES

Mais Vistos