domingo, 23 junho, 2024
Home2024SINAIT e CNM debatem ações de mobilização com Auditores-Fiscais do Trabalho da...

SINAIT e CNM debatem ações de mobilização com Auditores-Fiscais do Trabalho da Aprendizagem Profissional

Por: Solange Nunes/Edição: Andrea Bochi

A mobilização da categoria resulta da falta de cumprimento do acordo assinado em 2016 e do fortalecimento da carreira. Em razão dessas premissas, Auditores-Fiscais do Trabalho da Aprendizagem Profissional sugeriram ações e iniciativas para o presente e para o futuro da categoria. Os assuntos foram tratados com integrantes da Diretoria Executiva Nacional (DEN), Comando Nacional de Mobilização (CNM) Comandos Locais de Mobilização (CLM) e Delegados Sindicais (DSs) na sexta-feira, 22 de março, durante encontro virtual.

O presidente do SINAIT, Bob Machado, no início da reunião, disse que o decreto dos Auditores-Fiscais do Trabalho aguarda ajustes para igualar-se ao que foi proposto aos Auditores da Receita e contou um pouco do trabalho parlamentar da semana. “Estamos trabalhando nas esferas governamentais e legislativas por meio do trabalho parlamentar – nos dias 19 e 20 de março – pela regulamentação”. 

Na ocasião, os Auditores que atuam nas fiscalizações relativas ao cumprimento das cotas de Aprendizagem Profissional, lembraram do apoio do SINAIT nas ações e gestões junto ao Executivo, Legislativo e Judiciário contra a Medida Provisória (MP) nº 1.116-2022, que anulava os direitos conquistados na Lei da Aprendizagem (10.097/2000). A matéria foi modificada e posteriormente aprovada sem os trechos que prejudicavam a Aprendizagem Profissional, em razão da atuação do SINAIT com o apoio dos Auditores-Fiscais do Trabalho da Aprendizagem. 

A diretora Rosa Jorge disse aos Auditores que a retirada de propostas prejudiciais aos aprendizes na MP 1.116 fez parte da persistência e seriedade do trabalho coletivo no parlamento. “O SINAIT apoiou o movimento da categoria que conseguiu virar o jogo no Congresso Nacional”.

Após os debates e as análises em relação ao movimento, as sugestões dos colegas foram registradas pelo Comando Nacional de Mobilização (CNM).

O presidente Machado encerrou a reunião agradecendo as sugestões e disse que todos deveriam continuar firmes na mobilização. “Só tem conquista se houver luta. A vitória não vem de graça”. 

RELATED ARTICLES

Mais Vistos