quinta-feira, 29 fevereiro, 2024
Home2022No 38º Enafit, serão debatidos os protocolos de segurança e procedimento especial...

No 38º Enafit, serão debatidos os protocolos de segurança e procedimento especial de segurança institucional

Por Solange Nunes/Edição: Andrea Bochi

O Auditor-Fiscal do Trabalho Rogério Araújo, presidente da Associação dos Auditores Fiscais do Trabalho em Goiás (AAFITEGO), é um dos palestrantes do painel “Protocolos de Segurança e Procedimento Especial de Segurança Institucional (PESI)” que será debatido, no dia 23 de novembro, a partir das 14h, no auditório do Beach Class Convention By Hôm, em Boa Viagem, Recife (PE). O tema faz parte da programação técnica do 38º Encontro Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho (Enafit) que ocorre de 20 a 25 de novembro, na capital pernambucana.

Para Rogério Araújo, os Protocolos de Segurança e Procedimento Especial de Segurança Institucional (PESI) são temas importantes para a categoria. “O protocolo e o procedimento são formas de vislumbrar, antes da ação fiscal, quais os requisitos mínimos que devem ser preenchidos para que as ações sejam feitas com o máximo de segurança para o corpo fiscal que vai desenvolver aquela atividade, seja ela, no campo, seja ela, na cidade”.

Ponderou, ainda, sobre a preocupação com a qualidade das ações fiscais em confronto com as possíveis resistências que poderão ser encontradas pela Fiscalização do Trabalho durante suas atividades institucionais. “Há um recrudescimento dos administrados em confronto com os interesses da administração pública, nada mais necessário do que ter padrões de segurança para aqueles que vão desenvolver as atividades”. disse o presidente da AAFITEGO.

Rogério Araújo lembra ainda que o protocolo de segurança é uma demanda antiga dos Auditores-Fiscais do Trabalho. “Veja a questão da Chacina de Unaí. É um tema atual, que nunca saiu da nossa pauta, e será debatido no 38º Enafit, em função da relevância para todos da categoria”.

Participarão ainda do painel como palestrantes Vera Lúcia Amorim Jatobá, diretora do SINAIT, e Carlos Silva, vice-presidente do SINAIT. O debate será coordenado por Benvindo Coutinho Soares diretor do SINAIT. 

Mais sobre os palestrantes

Rogério Araújo éAuditor-Fiscal do Trabalho desde 2011. Éformado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás – PUC GO; Pós-Graduado em Direito do Trabalho e Direito Processual do Trabalho. Presidente reeleito da Associação dos Auditores Fiscais do Trabalho em Goiás para o Triênio 2021-2023.

Carlos Silva é Auditor-Fiscal do Trabalho desde 2007. Graduado em Ciências Econômicas (UFPE) e especialistas em Higiene Ocupacional (Escola Politécnica da USP). É vice-presidente do SINAIT para o Triênio 2020-2023; Presidente do SINAIT 2017-2020 e 2015-2017; Presidente da Associação dos Auditores Fiscais do Trabalho em Pernambuco 2013-2015.

Vera Lúcia Amorim Jatobá é Auditora-Fiscal do Trabalho desde 1976. Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da UFPE; Especialista em Gestão de Políticas Públicas pela Unicamp; Especialista em Desenho de Gestão de Políticas Sociais pelo INDIS/BID-Washington-DC; Foi da Diretoria da Federação das Associações dos Agentes da Inspeção do Trabalho do Brasil – Fasibra; Ocupou o cargo de Secretária Nacional de Fiscalização, em Brasília; Integrou a primeira diretoria do Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais do Trabalho e faz parte da atual diretoria do SINAIT (Triênio 2020/2023).

RELATED ARTICLES

Mais Vistos