Verba de autuação em SP garante 145 viaturas para Ministério do Trabalho

0
269

A equipe paulista de fiscalização do Ministério do Trabalho recebeu 30 viaturas, para reforçar as ações de Inspeção. Em todo o país, serão 145 carros, direcionadas para as 27 superintendências regionais.

A verba é oriunda da autuação, pelos auditores fiscais do Trabalho de São Paulo, de uma rede de supermercados. Foram R$ 8,8 milhões, destinados à compra dos carros graças a um acordo entre Ministério do Trabalho, Tribunal Superior do Trabalho e Ministério Público do Trabalho – processo intermediado pelo superintendente regional do Trabalho em São Paulo, Eduardo Anastasi. 

São 105 veículos Etios Hatch, e 40 Corolas Gli Upper da fabricante Toyota. A entrega ocorreu na sede do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, e a Delegacia Sindical do Sinait-SP foi representada pelo chefe estadual de fiscalização, Marcus Melchior. “A parceria entre a Justiça do Trabalho, o MPT e o Ministério do Trabalho alcança resultados efetivos para os trabalhadores e para a população”, apontou o ministro do Trabalho, Helton Yomura, presente ao evento.

O presidente do TRT da 2ª região, desembargador Wilson Fernandes, salientou que “embora seja um evento feliz, não podemos ignorar que ele tem origem no descumprimento de regras básicas do direito do trabalho. O que nos faz torcer para que esses veículos que hoje estão sendo entregues façam com que tenhamos cada vez menos eventos dessa natureza”, considerou.

  

FISCALIZAÇÃO

As ações de Inspeção do Trabalho alcançaram, nos últimos 12 meses no Brasil, 29.116.685 trabalhadores, identificaram 179.800 irregularidades em Saúde e Segurança no Trabalho e inseriram 151.848 aprendizes e pessoas com deficiência (PcDs).  Além das inspeções, os auditores-fiscais do Trabalho atuaram no combate ao trabalho escravo, que, em 2017, possibilitou o resgate de 556 trabalhadores em condições análogas à de escravo encontrados pela Inspeção do Trabalho. Durante o curso das ações fiscais, 797 trabalhadores foram formalizados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome